Quarta-feira, 04.02.09
Imagem Topo AV em síntese

 

 

• Aposta central da política europeia de transportes
• Objectivos de coesão, competitividade e reforço de mercado único
• Alicerce para o Desenvolvimento Sustentável
• Descongestionamento dos principais eixos europeus
• Sucesso comprovado nos projectos já em serviço

 

Programa Português da Rede Ferroviária de Alta Velocidade

• Parte integrante da RTE de AV
• Parlamento Europeu e Conselho da UE atribuíram a classificação de interesse comunitário
• Eixo Lisboa-Madrid considerado um dos cinco projectos europeus mais prioritários
• Interoperabilidade com rede europeia
• Parte do eixo Lisboa-Madrid em território espanhol já em fase de concurso
• Generalidade dos países da Europa Ocidental com programas em curso

 

Principais Objectivos da Rede Ferroviária de Alta Velocidade em Portugal

• Sistema de transportes moderno, sustentável e eficiente
• Integração de Portugal no espaço ibérico e europeu
• Motor de desenvolvimento regional
• Fachada atlântica como eixo competitivo à escala europeia
• Projecto potenciador de emprego, desenvolvimento económico e tecnológico
• Alavanca para a competitividade dos sistema portuário, aeroportuário e logístico

 

Intermodalidade/Co-modalidade

• Linhas de AV constituirão a estrutura principal da futura rede ferroviária
• É fundamental a articulação da Rede AV com a Rede Convencional existente
• Todo o sistema ferroviário ficará ligado a portos, aeroportos e plataformas logísticas

 

Caracterização dos eixos do Projecto de Alta Velocidade

A RAVE

Desenvolvimento e coordenação de trabalhos e estudos para a formação de decisões de planeamento e construção, financiamento, fornecimento e exploração de uma rede ferroviária de alta velocidade.

 

FINANCIAMENTO

Projecto da Rede de Alta Velocidade em Portugal:

• Maior projecto de infra-estruturas a ser implementado e financiado
• Cash flow operacional não será suficiente;
• Necessidade de financiamento Estatal e Comunitário;
• Projecções financeiras garantem um VAL da operação positivo;
• Estimativa de cash flow operacional com cobertura de 38% do investimento necessário.

 

DESEMPENHO AMBIENTAL

Fortes preocupações ambientais:
• redução dos consumos e emissões;
• identificação e prevenção de impactes ambientais;
• investimento na protecção do ambiente.

2004- Aprovada Declaração de Política de Ambiente:
• Compromisso com a preservação da qualidade do ambiente.

 

MODELO DE NEGÓCIO

Implementação da Rede Ferroviária de Alta Velocidade em Portugal:
• Desenvolvimento de infra-estrutura ferroviária
- Parcerias público-privadas (PPP). Ex: estações centrais de Lisboa e Porto serão desenvolvidas pela REFER
• Contratualização da operação ferroviária de passageiros e mercadorias
- Será definido até 2010 o modelo de negócio para os passageiros;
- Não há decisão específica em relação às mercadorias (operação já liberalizada).
• Aquisição de material circulante e gestão de circulação e alocação de capacidade
-  Material será adquirido pelo Estado Português directamente;
- REFER fará a gestão da circulação e alocação de capacidade.

 
Sucesso da AV: tempos de viagem e serviços prestados
 
Imagem topo
 

O sucesso da Alta Velocidade ferroviária não assenta, exclusivamente, nos tempos de viagem, mas também na qualidade dos serviços prestados.

  • Plataformas de comunicação multimodais focalizadas no cliente, como por exemplo, estações ferroviárias em aeroportos internacionais, com ligações a comboios de alta velocidade: Charles de Gaulle/Paris, Schipol/Amesterdão, Frankfurt/Main, Colónia/Bona;
  • Horários à medida;
  • Ligações ferroviárias bem coordenadas;
  • Sistemas de reserva e de venda baseados nas mais recentes tecnologias de comunicação, nomeadamente Internet, bilhetes electrónicos, impressão de bilhetes no domicílio;
  • Serviços adicionais: reservas de táxi, venda a bordo de bilhetes de metropolitano das cidades de destino (ex: Thalys), lojas a bordo (AVE), etc;
  • Áreas de negócio e trabalho nos comboios, compartimentos isolados para reuniões de negócios, Internet, Wi-Fi, cobertura de redes de telemóvel, etc;
  • Serviços de entretenimento audiovisual, aluguer de DVDs e leitores portáteis de DVD;
  • Criação de primeira classe Premium dirigida as clientes mais exigentes, com a oferta de uma vasta gama de serviços extra (ex: Business Premier no Eurostar e Club Al Andalus no AVE);
  • Nova geração de estações (novas estações ou estações históricas renovadas) desenhadas para servirem tanto como plataforma intermodal de ligação com todos os modos de transporte, como local de lazer e actividade económica. Com um potencial imobiliário reforçado e um ambiente mais agradável, as estações tornam-se locais onde passageiros e população local dispõem de lojas e serviços (hotéis e restaurantes, centro de negócios, serviços públicos, etc);
  • Encontros de negócios: exemplo Lille: a 1 hora de Paris ou Londres e apenas a 30 minutos de Bruxelas, as reuniões de negócio podem ser agendadas no próprio dia. A nova etsação de Saragoça (que no futuro próximo ficará a 1h15 de Madrid ou Barcelona) foi especificamente concebida para este fim;
  • Sistemas avançados de sinalização e gestão de tráfego dos comboios de alta velocidade, em particular o sistema de gestão interoperável ERTMS, incluindo o ETCS (sistema de controlo do comboio) e o GSM-R (sistema de comunicação via rádio dos comboios);
  • Linhas de alta velocidade dedicadas e condições de operação uniformes.

A Alta Velocidade beneficia dos mais elevados padrões de segurança.

O transporte ferroviário é cerca de 40 vezes mais seguro do que o modo rodoviário, considerando a mesma distância percorrida. Em termos de número de viagens realizadas, o risco de acidente fatal é 125 vezes superior num percurso de automóvel do que num de comboio.

RFaria

fonte RAVE 


ETIQUETAS:

publicado por r às 11:47 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 19.01.09

"O argumento da líder do PSD para anunciar a sua oposição à rede do TGV -- ela que validou o projecto TGV quando foi ministra das Finanças, num governo que acordou as ligações com Espanha!... -- revela muita ignorância e maior preconceito.


Dizer que o número de passageiros previsíveis na viagem Lisboa-Madrid, por referência ao actual tráfego aéreo, não garante a sustentabilidade financeira do investimento, esquece os seguintes dados: (i) a linha Lisboa-Madrid não servirá somente para as viagens entre as duas capitais, mas também para as viagens de Évora, de Elvas/Badajoz e mesmo de Cáceres para Lisboa, e em especial para o novo aeroporto de Lisboa; (ii) a mesma linha terá valência para transporte de mercadorias, o que constitui outra fonte de receita, ao mesmo tempo que fomenta a utilização espanhola dos portos de Lisboa, Setúbal e Sines; (iii) na equação financeira do TGV terá de entrar necessariamente a enorme vantagem ambiental, traduzida na poupança de milhões de toneladas de gases com efeito de estufa, cujo valor financeiro é cada vez mais elevado.


Aditamento
Ferreira Leite omitiu qualquer justificação para oposição à ligação Lisboa-Porto (que é obrigatória, por causa da saturação da actual linha do Norte e da deslocação do aeroporto de Lisboa para Alcochete) e à ligação Porto-Vigo (porventura a mais problemática em termos de custos e de vantagens), que também fazem parte do pacote aprovado pelo Governo Durão Barroso, de que ela fez parte."

 

 ESCREVO EU: A ligação de Porugal ao “resto” da Europa via TGV é fundamental para o desenvolvimento do nosso país, não só do ponto de vista do transporte de pessoas, como principalmente no que respeita ao transporte de Mercadorias.
Apesar da crise que se está a viver, não se deve parar o projecto e concretização de uma linha de alta velocidade que nos ligue, definitivamente, à Europa.

RFaria


ETIQUETAS: , ,

publicado por r às 10:44 | link do post | comentar

ACREDITAMOS NO FUTURO
História do PS
RECEBA NOTIFICAÇÃO DE POST´S E A NEWSLETTER - REGISTE-SE

COLOQUE AQUI O SEU ENDEREÇO DE EMAIL:

Delivered by FeedBurner

LINKS
POST'S RECENTES

TGV EM SÍNTESE

AINDA M. FERREIRA LEITE E...

ARQUIVO
ETIQUETAS

25 abril(2)

acessibilidades(1)

acordo troika(1)

amadora(15)

ambiente(13)

apresentação candidatura(2)

autárquicas 2009(13)

autárquicas 2013(3)

balança tecnológica(1)

balanço 2005 - 2009(1)

biblioteca(1)

candidatos(2)

candidatura faul(1)

carla tavares(8)

carla tavares 2013(4)

casamento homossexual(1)

comício(4)

comissão politica(1)

compromisso(1)

comunicação social(1)

concelhia(1)

conferências(1)

congresso faul(1)

congresso nacional(7)

convenção autárquica(3)

cril(2)

cultura(2)

debate parlamentar(3)

defender portugal(2)

demolições(1)

discurso(2)

editorial(1)

educação(7)

eleições(6)

eleições europeias(7)

eleições legislativas 2011(5)

empreendedorismo(3)

emprego(3)

entrevista(3)

equipa municipal(1)

equipamentos(1)

europeias(3)

faul(4)

feliz natal(1)

festa jovem(1)

finanças(1)

formação(3)

fórum(1)

fotos(1)

freguesias(1)

gestão(1)

governo(1)

homenagem(1)

homenagem militantes(1)

integração social(1)

internacional(1)

jantar candidatura(1)

joaquim raposo(6)

joaquim raposo 2010(3)

josé sócrates(3)

juventude(1)

legislativas 2009(3)

lei financiamento partidos(1)

listas(2)

listas 2012(1)

manifesto eleitoral(1)

manuel alegre(1)

marca ps(3)

mensagem(1)

metro(1)

moção(1)

moções(1)

newsletter(1)

newsletter 11(1)

newsletter 12(1)

newsletter 2(1)

newsletter 3(1)

newsletter 4(1)

newsletter 5(1)

newsletter 6(1)

newsletter 8(1)

newsletter 9(1)

opinião(23)

orçamento do estado(1)

partido socialista(2)

política(27)

presidenciais 2011(2)

programa eleitoral(3)

ps(12)

ps amadora(7)

regionalização(2)

requalificação urbana(5)

resultados(2)

smas(2)

social(4)

sócrates 2011(2)

sondagens(11)

tempo antena(3)

tgv(2)

transportes(3)

todas as tags

ESTATUTO EDITORIAL
O BLOGUE “O MELHOR DA AMADORA SÃO SEMPRE AS PESSOAS” PRETENDE SER UM ESPAÇO DE LIVRE OPINIÃO, CRITICO, DE PENSAMENTO E DE DIVULGAÇÃO, NORTEANDO-SE PELO SOCIALISMO DEMOCRÁTICO, CIMENTO IDENTITÁRIO DO PARTIDO SOCIALISTA. O SEU CORPO REDACTORIAL INTEGRA MILITANTES DO PARTIDO SOCIALISTA DA AMADORA E MEMBROS DA SUA COMISSÃO POLÍTICA CONCELHIA. PRETENDEMOS DIVULGAR PENSAMENTO, CRITICA, REFLEXÃO, INFORMAÇÃO, OPINIÃO SOBRE TEMAS INTERNACIONAIS, NACIONAIS, REGIONAIS E LOCAIS. CONVIDAREMOS, SEMPRE QUE O ACHARMOS OPORTUNO E AJUSTADO, MILITANTES, OU NÃO, QUE POSSAM CONTRIBUIR PARA O DEBATE QUE ESTIVERMOS A TRAVAR. OS TEXTOS SERÃO, SEMPRE, ASSINADOS PELOS SEUS AUTORES. OS COMENTÁRIOS SERÃO POSSÍVEIS, E BEM VINDOS, MAS OBEDECERÃO A ALGUNS CRITÉRIOS: 1- OS AUTORES DOS COMENTÁRIOS NUNCA PODERÃO SER ANÓNIMOS; 2- NOS SEUS COMENTÁRIOS NÃO PODERÃO NUNCA UTILIZAR LINGUAGEM OBSCENA, OFENSIVA OU INSULTUOSA; 3- O CONTRADITÓRIO É ACEITÁVEL E DESEJÁVEL; 4- OS COMENTADORES NÃO PODERÃO, INSISTENTEMENTE, REPETIR ARGUMENTOS, OPINIÕES E CRITICAS; 5- OS RESPONSÁVEIS DO BLOGUE COLOCARÃO, SEMPRE, EM ESPERA OS COMENTÁRIOS AOS POSTES, PARA UMA “LEITURA” PRÉVIA, ANTES DE SEREM COLOCADOS ON-LINE; 6- SÓ SERÃO CONSIDERADOS OS COMENTÁRIOS QUE, DIRECTAMENTE, ESTIVEREM RELACIONADOS COM O POSTE PUBLICADO. SEMPRE QUE ALGUM COMENTÁRIO SEJA OBJECTO DE RESPOSTA, SÊ-LO-Á FEITO PELO AUTOR DO POSTE VISADO, SALVO SE A REDACÇÃO DO BLOGUE ENTENDER DE MODO DIVERSO. A REDACÇÃO DO BLOGUE “O MELHOR DA AMADORA SÃO SEMPRE AS PESSOAS”
O NOSSO E-MAIL
p.socialistadaamadora@gmail.com